Boletim digital -Teleférico: Audiência Pública será na quinta, 22

18/05/2014
 

BOLETIM ELETRÔNICO
Setor de Comunicação
www.professorlinoperes.com.br

Audiência Pública do teleférico será na quinta, 22
O mandato convida a todos para debater a viabilidade e o custo/benefício da obra para Florianópolis e sua relação com outras propostas e com o sistema de mobilidade urbana da cidade.

Será realizada no dia 22 de maio, quinta-feira, às 19h30, no auditório do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC, Avenida Mauro Ramos, 950 – Centro), a Audiência Pública sobre o teleférico e o Sistema Intermodal para Florianópolis e região metropolitana. O requerimento foi solicitado pelos vereadores Lino Peres, Afrânio Boppré e o ex-vereador Matheus Felipe de Castro, no âmbito da Comissão de Viação, Obras Públicas e Urbanismo.

A Prefeitura divulgou o lançamento desta proposta em 19 de dezembro. Na época, as bases técnicas foram questionadas pelo mandato do vereador Lino. Um dos problemas é a falta de transparência no processo de aprovação da obra, que tem custo avaliado em torno de R$ 60 milhões através de financiamento pela Caixa Econômica Federal e Governo Federal.

Foi anunciado que o teleférico terá três bases de embarque e desembarque: aterro da Baía Sul, alto da Caieira e Praça Santos Dumont, no campus da UFSC na Trindade. O professor da UFSC Werner Kraus, que fez uma detalhada avaliação do anteprojeto, apontou problemas técnicos graves para implantação deste modal, como, por exemplo, o alto custo da tarifa e a frequência de ventos fortes na região, que podem impossibilitar a utilização do sistema. 

O vereador Lino também questiona a relação entre o investimento feito e o baixo resultado em termos de atendimento, porque a capacidade de passageiros gira em torno de 1.500 pessoas por hora-sentido. Isso pode ser conveniente para o turismo, mas nem de perto ajudar a resolver o congestionamento do sistema viário entre a parte central da Ilha e a região da UFSC. Nesse sentido, é preciso avaliar esse investimento em sua necessidade, porque um sistema de corredor de ônibus contornando o Maciço do Morro da Cruz poderia absorver o fluxo que seria destinado em parte para o teleférico. Há indicações de que esse corredor está nos planos da prefeitura, mas também ainda não se viu o projeto.

Devido a isso e para que o dinheiro público não venha a ser desperdiçado desnecessariamente, o mandato de Lino  Peres convida a todos para debater a viabilidade e o custo/benefício do teleférico para Florianópolis e sua relação com outras propostas e com o sistema de mobilidade urbana da cidade.

 
www.professorlinoperes.com.br
Facebook: /lino.fernandobragancaperes.7
Twitter: /verlinoperes
E-mail: linoperes13@gmail.com
Telefone: (48)30275721 – (48)30275810
Se você não deseja mais receber esse boletim, envie e-mail para linoperes13@gmail.com  com o Assunto “Cancelar Boletim Eletrônico”