TAXISTAS REIVINDICAM REGULAMENTAÇÃO

Notícias 07/07/2017

Taxistas manifestram-se em frente à Prefeitura, no centro da capital, no dia sete de junho, para reivindicar o imediato desarquivamento do Projeto de Lei (PL) que regulamenta aplicativos de tecnologia que prestam serviços de transporte privado, como é o caso do Uber. A categoria não aceitou a decisão do prefeito Gean Loureiro que hoje decidiu instalar um comissão especial antes de reenviar o PL para votação na Câmara Municipal. A verdade é que essa comissão deveria ter sido criada há muito tempo, quando a demanda social surgiu, para promover o debate e incluir as demandas dos dois setores.

"Não iremos parar enquanto o prefeito não voltar atrás em sua decisão", declarou o vice-presidente do sindicato dos taxistas, Nilton Teixeira Prates, e informou que amanhã haverá assembleia para deliberar quais serão as próximas ações. Durante o ato, alguns dos manifestantes queimaram a camisa do uniforme em repúdio a Gean Loureiro.

A preocupação do vereador Prof Lino Peres e sua equipe é com a precarização das condições de trabalho a que estarão sujeitos(as) os(as) motoristas de Uber, assim como já estão os (as) taxistas, chegando a estes a trabalharem em média entre 12 e 18 horas diárias, sem banheiros e muitos sem seguro.