MANDATO ORGANIZA DOIS EVENTOS NO MÊS DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Notícias 14/11/2017

O MANDATO  DO VEREADOR PROF. LINO PERES APOIA O MÊS DA CONSCIÊNCIA NEGRA e organiza dois eventos: no dia 23, uma audiência pública sobre as políticas de Igualdade Racial e combate ao racismo em Florianópolis; e no dia 30 o seminário Juventude Negra: Desafios e Perspectivas. Ambos serão no Plenarinho da Câmara Municipal de Florianópolis, às 19h.

O movimento político da Consciência Negra foi criado pelo sul africano Steve Biko, durante o regime do Apartheid. Para Biko, ao agir como um grupo contra o racismo, os negros estariam se livrando da opressão que os prendia física e mentalmente a um contexto racialmente estruturante. No Brasil, no dia 20 de novembro de 1971, o poeta e militante negro Oliveira Silveira (1941-2009), fundador do Grupo Palmares (RS), realizou uma homenagem a Zumbi dos Palmares. O evento, inspecionado de perto pela censura militar, realizou e deu origem à celebração da data em todo o país. Em 1978, o dia 20 de novembro passa a ser reconhecido como "Dia Nacional da Consciência Negra" e o debate foi um dos instrumentos para denunciar e desmontar o mito da Democracia Racial no Brasil.

Para Steve Biko, a Consciência Negra significa para os negros uma tomada de consciência sobre si mesmo, seus valores civilizatórios e políticos, sua história e culturas e afirmação de negritude. O Eurocentrismo imputa a centralidade do poder branco e produz nas pessoas negras uma ideia falsa sobre si mesmo, sobre sua comunidade e seus valores. Consciência Negra é uma atitude da mente e um modo de vida, sua essência é a realização pelo homem negro da necessidade de se reunir com seus irmãos em torno da causa da sua opressão -a escuridão da sua pele - e agir como um grupo.