MANDATO SE REÚNE COM A COORDENAÇÃO DO CENTRO DE REFERÊNCIA DE IMIGRANTES

Notícias 14/03/2018

Finalmente, depois de dois anos de inação do Governo do Estado, o Centro de Referência e Atendimento ao Imigrante de Santa Catarina (CRAI) está funcionando. No início do mês a assessoria do mandato do vereador Prof. Lino Peres (PT) se reuniu com a coordenadoria do órgão e comprovou a importância desse serviço para a população imigrante: apenas nos dias 16 úteis de fevereiro, o CRAI atendeu 300 pessoas. 

Durante a reunião, a Associação Social Arquidiocesana, que ganhou a licitação para coordenar o serviço, nos informou que estão atuando em três eixos:

1. Proteção: pediram apoio ao mandato para pressionar a Polícia Federal abrir mais demandas para passaportes. Também solicitam apoio para a isenção de taxas, já que essas cobranças impedem processos de regularização escolar e de outros processos.

2. Integração: o CRAI também precisa de apoio para ampliar as ofertas de cursos de português. Hoje existem duas turmas, uma na Prainha para a população do Mercosul e outra no Morro do Horácio para Haitianos.

3. Sustentabilidade: viabilizam recursos financeiros para atendimento e acolhimento de imigrantes. Pediram apoio para sensibilizar o IGEOF no sentido de apontar encaminhamentos para as demandas de permissão de trabalho para os imigrantes.

Outra questão essencial é sobre a rede de proteção básica, e é preciso divulgar o acesso gratuito a serviços públicos como saúde e educação. No Haiti, por exemplo, o serviço de saúde é pago e muito imigrantes desse país não sabem sobre a gratuidade no Brasil.

Desde seu primeiro mandato, o vereador Prof. Lino Peres e sua assessoria acompanham atentamente a questão imigratória em Florianópolis. Além de organizar audiências públicas sobre imigração, o mandato mediou diversas conversas com a administração pública. Pressionamos pela imediata instalação do CRAI em 2016 por entender que é preciso se comprometer com a construção de políticas públicas que deem condições para que imigrantes e refugiadas(os) vivam com dignidade em nosso país.


Leia algumas matérias sobre essas ações:

MANDATO ACOMPANHA PROCESSO DE ABERTURA DO CENTRO DE REFERÊNCIA PARA IMIGRANTES E REFUGIADAS(OS)

Audiência sobre refugiados encaminha criação de comitê 

VEREADOR LINO ACOMPANHA MEDIDAS DE ACOLHIMENTO DE HAITIANOS NA CAPITAL 

SENEGALESES PEDEM OPORTUNIDADE E DIGNIDADE EM FLORIANÓPOLIS

I Seminário Migrações Contemporâneas