OPOSITORES AO ATO DE LULA ESPANCAM CASAL DE MANIFESTANTES

Notícias 02/04/2018

O ato do dia 24 de março em Florianópolis, pelo direito de Lula ser candidato à presidência, foi marcado pela alegria e pela tranquilidade dos manifestantes que apoiam o presidente. Mas o ódio estava à espreita: reunidos pelo MBL e pelo movimento Vem Pra Rua, pessoas usando camisetas pretas ou da CBF tentaram de várias maneiras provocar brigas. 

O povo de vermelho passou ao largo da má educação e dos xingamentos obscenos (coisas horríveis dirigidas principalmente às mulheres), mas um casal não conseguiu escapar da intolerância cega. Ao fim do ato, Rogerio Messias e Juliana Impaléa rumavam para casa quando foram provocados e depois espancados, com socos e chutes, por homens e mulheres que vestiam verde e amarelo como quem traja uniformes militares. O texto abaixo, de Rogerio, demonstra a coragem com que eles encaram esse momento tão soturno da nossa história. Esse é o sentimento do povo: CHEGA! FASCISTAS, RACISTAS, INTOLERANTES NÃO PASSARÃO!

O PT municipal de Florianópolis está dando todo o respaldo jurídico ao casal, e os agressores pagarão pela covardia. Os advogados do PT já identificarama quatro entre as dezenas que participaram, e divulgaram seus nomes: 


Isabel Cristina Bueno Beck
 
Ruth Dutra 
 
Deby kuster 
 
Pedro Corrêa 
 
Os defensores precisam do endereço dos agressores, e se alguém tiver alguma informação, por favor entre em contato com a sede do PT Municipal: (48) 3333.9767
 

O mandato do vereador Prof. Lino Peres se solidariza com eles e envia seu total apoio a Rogerio e Juliana.




 

Alguém registrou o covarde espancamento, e o Portal Desacato publicou. Assista: https://www.facebook.com/Portal.Desacato/videos/1663784953711962/?hc_location=ufi