COM ARTE, POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA EXPRESSA SEUS DESAFIOS PARA EXISTIR

Notícias 24/09/2018

Fotos: Talita Burbulhan

Na tarde do dia 19 de setembro, a escadaria da Catedral foi palco da peça “A saga em busca de um banho”, na qual integrantes do Mnpr/sc - Movimento Nacional População Rua - Santa Catarina, em parceria com a Paralela Arquitetura e Artes, denunciaram os abusos das autoridades e escacaram os estigmas que sofrem por estarem nas ruas. “Vocês passam por mim e desviam, mas eu passo por vocês e não mudo o caminho”, apontou André Schaeffer, um dos atores e liderança do MPSR, para o público presente, alertando para o fato de que, para além das ações assistencialistas, o que a população em situação de rua deseja mais é respeito.

A peça é um retrato de uma realidade repleta de violação de direitos que se repete cotidianamente. Ao longo do nosso mandato acompanhamos diversas denuncias do MNPR-SC desde abordagens truculentas até o recolhimento dos pertences pessoais e a falta de estrutura do Centro POP. No dia 13 de setembro, participamos da reunião que debateu a instituição do Comitê de acompanhamento e monitoramento da Política Municipal para a População em Situação de Rua, criado pelo decreto 11.624/2013.