A IMPORTÂNCIA DO RELATÓRIO DA COMISSÃO DA VERDADE DA UFSC EM TEMPOS BRUTOS

Patrimônio Histórico

Apresentado ao Conselho Universitário em setembro e revisado essno início de novembro, o relatório final da Comissão Memória e Verdade da UFSC é um importante documento disponível ao público em tempos tão brutos. O relatório (assim como outras informações) pode ser lido e baixado no link: https://www.memoriaedireitoshumanos.ufsc.br/outras-fontes

A partir do dia 14 de novembro, o mandato do vereador Prof. Lino Peres vai disponibilizar uma cópia física do relatório em seu gabinete para empréstimo, no quinto andar da Câmara Municipal de Florianópolis.

No relatório da Comissão da UFSC, ficou comprovado que o papel de espionagem, denúncia, censura, repressão e controle ideológico foi assumido em determinados períodos pela administração da instituição, através de seus membros ou do próprio reitor - desfazendo a ideia de que UFSC não houve fatos marcantes de repressão. É preciso sempre confrontar a realidade com os fatos históricos.

O Brasil não acertou suas contas com a ditadura, e essa página aberta do nosso passado hoje se escancara com a eleição de Bolsonaro e o amplo apoio das Forças Armadas e setores fascistas da sociedade.